Mostra Tiradentes | SP dá início a oficina nesta segunda

A programação da Mostra Tiradentes | SP nesta segunda, 27 de março, tem início às 15h, com a Retrospectiva Helena Ignez e a exibição de "Ralé". Às 18h, dentro da Mostra Cinema em Reação, entra em cartaz "Terra e Luz", de Renné França. "Homem-Peixe", de Clarisse Alvarenga, será exibido na sequência, às 19h30. A última sessão do dia está marcada para as 21h, com a pré-estreia de "Corpo Delito", de Pedro Rocha, dentro da Mostra Aurora. Após a sessão, o diretor participa de uma conversa com o público mediada pelo curador Cleber Eduardo.

 Além da extensa e variada programação de filmes, a Mostra Tiradentes | SP promove momentos de reflexão e troca de experiências. Prova disso é a realização da oficina “Animação com Light Painting”, que será ministrada pelo professor e diretor de animação Fábio Yamaji (SP) de hoje a 29 de março, das 19h às 22h. O objetivo é apresentar e executar a animação light painting– uma maneira dinâmica para criar imagens em movimento, com forte vocação experimental. 

 A Mostra Tiradentes | SP dá início, na terça-feira, 28 de março, à Mostra Cena Paulista. A partir das 19h, serão exibidos “Diamante, o Bailarina”, de Pedro Jorge; “Demônia – Melodrama em e atos”, de Cainan Baladez e Fernanda Chicolet; e “Opala Azul Negão”, de René Brasil. “Os curtas-metragens rodados em São Paulo são selecionados com recorrência para a Mostra de Tiradentes. Pela profusão da produção do estado, São Paulo e um dos poucos, juntamente com Rio de Janeiro e Minas Gerais, a ter filmes em todas as seleções de curtas, sejam elas competitivas ou não”, explicam os curadores Francis Vogner dos Reis, Lila Foster e Pedro Maciel.

 Mas a programação do dia começa mais cedo, às 15h, com a exibição de “Canção de Ball”, de Helena Ignez, dentro da respectiva que a homenageia. Às 17h, a sessão traz “Luz nas Trevas: a volta do bandido da luz vermelha”, de Ícaro Martins e Helena Ignez.

 As sessões terão ingressos a preços populares: R$ 3,50 para associados Sesc (portadores da credencial plena), R$ 6 (meia-entrada) e R$ 12 (inteira).

 Às 19h30, no hall do CineSesc, será promovido o debate “Cinema em Reação, Cinema em Reinvenção”, com a participação do curador, professor e crítico de cinema Cleber Eduardo (SP), da pesquisadora e curadora da Mostra de Cinema de Tiradentes Lila Foster (SP), da atriz, produtora e cineasta Helena Ignez (SP), com mediação da crítica de cinema Flávia Guerra (SP). A conversa tratará do desafio contemporâneo, no cinema e em outras artes, de reagir às particularidades do tempo histórico, sobretudo pelo viés político do comentário, da denúncia ou da reivindicação social, sem perda de um empenho formal, expandindo e concentrando a temática da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes. A participação no debate é gratuito.

 REPERCUSSÃO

Os convidados e público aprovam a itinerância da Mostra Tiradentes e destacam a importância da iniciativa para a difusão do cinema brasileiro e a fim de expandir ainda mais o debate sobre questões fundamentais para o setor audiovisual e a sociedade brasileira. “Eu achei incrível a extensão da Mostra de Cinema de Tiradentes e trazer essa produção para São Paulo, que é um centro urbano, o centro do país. Vejo a curadora um acerto, pois selecionou filmes, sobretudo no que diz respeito aos documentários, que tocam em pontos nevrálgicos do país – não só do ponto de vista político, mas também social”, afirmou o deputado Jean Wyllys.